Como aprender na internet e por conta própria

12 comments

A patroa me mandou um link e disse que o curso parecia legal.

Abri e o nome era “Aprendendo a aprender”. Sempre curti esse tipo de coisa, tipo estudar as melhores formas de aprender, ou de argumentar, de raciocinar e tal. Logo que vi, pensei no texto que vos escrevo. O “Aprendendo a aprender” tá disponível de graça na internet, pra qualquer um que quiser fazê-lo. E não é o único. Na verdade, com a internet você só não aprende se não quiser. Há uma infinidade de conteúdo online, sobre basicamente qualquer tema que você desejar aprender.

Dia desses precisei instalar um chuveiro, procurei a marca e modelo no YouTube e pimba! Tinha um vídeo ensinando a fazer a instalação exatamente daquele modelo. Há tempos atrás usei o mesmo recurso para arrumar sozinho um problema que fazia o endemoniado do meu Xbox velho ficar se desligando sozinho. O YouTube é um bom começo pra achar guias e tutoriais de qualquer coisa, incluindo assuntos mais importantes do que um chuveiro ou um Xbox. Mas a internet é mais incrível que o YouTube. Hoje, você pode levar sua educação muito a sério e aprender com professores e faculdades de alto nível, online e totalmente de graça.

Como aprender na internet e por conta própria
Um rapaz explicando por que a internet é uma das "melhores coisas da vida".


Como aprender na internet

Sempre gostei da quebra de paradigmas em qualquer coisa, mas na educação essa quebra é simplesmente necessária. Bater ponto na faculdade, sentar como um carneirinho na sala de aula e assistir classes que você não gosta já deveriam ser coisas do passado.

Já saber como aprender na internet é uma coisa do futuro e que é cada vez mais do presente. Enquanto a revolução digital da educação dá os seus primeiros passos, você já pode viver uma experiência diferente na hora de estudar.

Claro que a educação formal é muito importante ainda e que o diploma ao final de um curso numa universidade é reconhecido pelo mercado de trabalho. Não planejo ir a fundo na discussão da educação e nem encorajar você a largar a faculdade pra aprender pela internet (daqui a 10 anos, talvez). Mas enquanto o cara faz facul, e principalmente depois dela, a necessidade de aprender coisas novas vem. E a internet tá aí pra isso. Já fiz uma pá de coisas online e tenho bastante interesse no assunto, então tenho como falar um pouco sobre ele.

O que vou fazer nesse post é apresentar alguns dos sites/ferramentas que utilizei pra aprender e dizer como foi. Sem mais delongas, vamos começar:


Coursera

O Coursera foi o primeiro site com o qual tive contato descobrindo como aprender na internet. Basicamente é uma plataforma onde universidades, incluindo algumas das melhores do planeta, ofertam cursos de graça. O bacana do Coursera é que lá você pode encontrar de tudo: desde cursos avançados em álgebra, programação, criptografia e outras paradas complicadas, até cursos de filosofia, história do planeta e outros assuntos mais comuns para nós mortais.

Como aprender na internet e por conta própria
Mais de 50 cursos tem legendas em português e outros 14 são ministrados no nosso idioma. Não tem desculpa.

Minha experiência no Coursera não poderia ser melhor. Concluí três cursos por lá, recebi certificados virtuais pelos mesmos e ainda coloco estes certificados de conclusão com orgulho no meu perfil do LinkedIn. Um rápido resumo dos cursos que fiz por lá só pra contextualizar o tipo de coisa bacana que você pode encontrar no Coursera:

The Global Business of Sports
University of Pennsylvania, dos EUA
Fala do esporte como negócio, explorando assuntos como a formação de ligas, administração de arenas, naming rights, organização de eventos esportivos e divisão de receitas.

Sports and Society
Duke University, dos EUA
Aborda a fronteira quase inexistente entre esporte e sociedade. Baseado em muita história, mostra como o esporte é apenas uma extensão da sociedade e como o que acontece nos esportes reflete quem somos.

Gamification
University of Pennsylvania, dos EUA
Gamification ou gamificação é usar elementos de jogos ou técnicas de design de jogos em paradas que não são jogos. Hoje em dia vemos isso em todo o lugar e o uso de Gamification só tende a se expandir. O curso explora justamente como tirar proveito dos jogos para resolver problemas do mundo real. Recomendo a todos, é fascinante.

Como aprender na internet e por conta própria
Meu certificado do ótimo curso de Gamification. Recomendo.

Codecademy

Sempre tive na cabeça que aprender a programar é algo que eu deveria fazer. Imagina só, sentar no seu computador e ser capaz de criar algo massa do nada, usando só os seus dedos. Acho incrível e até penso que, se fosse escolher uma graduação hoje, faria ciências da computação.

Na Codecademy, você tem a “aula” do seu lado esquerdo enquanto programa do lado direito. Aprende, programa, testa, erra, corrige, acerta e faz as paradas acontecerem ao mesmo tempo. Além disso, a plataforma também fornece um espaço para discussões em cada aula, fazendo com que você possa tirar dúvidas com instrutores e outros alunos.

Como aprender na internet e por conta própria
Aprende do lado esquerdo, programa do lado direito. Olhando assim parece complicado, mas não é.

Fiz umas aulas de HTML e CSS por lá e não me arrependo. É fácil e rápido. Só não vale fazer como eu e nunca praticar, aí você vai ficar exatamente como eu e não saber programar porra nenhuma.


Khan Academy

Khan Academy é um caso sério.

Como aprender na internet e por conta própria
"Você só precisa saber uma coisa: você pode aprender qualquer coisa". Boa, Khan!

Numa época da vida, achei que precisava dar uma estimulada no meu cérebro e achei uns "jogos e treinamentos cerebrais" que comecei a fazer, através de um site chamado Lumosity. Só que a parada lá, apesar de bacana, é cara. Então quis estimular meu cérebro em outro lugar. Fui parar na Khan Academy porque eles ofereciam uns cursos de matemática que eram exatamente o que eu precisava na época pra deixar meu cérebro mais afiado. A Khan Academy é um mundo louco.

Plataforma toda gamificada, a Khan Academy também tem cursos de tudo: arte, programação, matemática e outras tantas coisas, inclusive incríveis preparatórios para exames como o SAT e o GMAT, muito usados nos EUA e que talvez você possa precisar um dia quando pensar em pegar uma bolsa de estudos fora.

Como aprender na internet e por conta própria
Grande variedade de cursos na Khan Academy

Acabei saindo do Khan Academy por bastante tempo e voltei no começo do ano, também pra aprender a programar. Fiz um curso de JavaScript, com recursos que considero ainda melhores que o do Codecademy. Você ouve a professora, vê ela programando e pode parar a aula a qualquer momento para interagir com o código que está na sua frente, alterando, testando coisas e tal. Acho simplesmente genial e aprendi bastante no curso, ainda que tenha sido preguiçoso e parado de praticar.

Como aprender na internet e por conta própria
Interface das aulas de programação na Khan Academy

edX

Também na busca por aprender a programar, me meti a fazer um curso de Harvard.

O quêêê?! Harvard... Harvard? Aquela universidade fodona que sempre ouço falar?”. Ela mesma. Só depende de você (e do seu inglês), fazer cursos da Harvard hoje mesmo, com exatamente as mesmas aulas da galera que vai presencialmente lá. Comecei com este curso de CS50, que é tipo introdução à computação. Fiz algumas semanas e parei. Era bem puxado. Na época, ele ficava disponível no próprio site da universidade, mas hoje a parada tá ainda mais fácil e acessível pra você no edX, uma plataforma de cursos semelhante ao Coursera.

Como aprender na internet e por conta própria
Curso CS50 de Harvard. Puxado, mas disponível pra você agora mesmo.

Você pode fazer não só esse como procurar outros cursos por lá - no momento tem "só" 652 cursos disponíveis.

E se inglês não é seu forte, um maluco brasileiro resolveu adaptar esse curso CS50 inteiro para o português. Ele grava as aulas com os mesmos exemplos que o professor de Harvard e deixa tudo acessível pra quem não manja do idioma. Não fiz o curso dele, mas vale a pena dar uma olhada se você tem interesse.


Duolingo

Falando em inglês, talvez aprender inglês seja o que a galera mais procure hoje em dia quando o assunto é como aprender na internet. Já tentei de tudo. Livemocha, Busuu, Rosetta Stone e tantos outros. Mas o Duolingo pra mim foi, de longe, a plataforma que funcionou melhor. Na verdade eu usei ele pra aprender espanhol, mas tem inglês e outras línguas por lá também.

Como aprender na internet e por conta própria
No Duolingo, você precisa "fortalecer" cada assunto pra completar sua árvore de fluência no idioma

O Duolingo não te pega pelo braço pra te ensinar a andar. Ele te joga numa bicicleta morro abaixo e você se vira pra não cair. E cai, mas vai aprendendo com os tombos. É uma série de exercícios que forçam o seu aprendizado com base na prática, intuição e repetição.

Como aprender na internet e por conta própria

E tem mais: o Duolingo está disponível 100% em português (ao menos para os cursos mais populares, como inglês e espanhol).

Além disso, a plataforma é toda gamificada: você ganha XP, sobe de nível, acumula moedas, compra paradas bônus na lojinha e "compete" com seus amigos. Ah, e pelo jeito agora rola até uma integração com o LinkedIn, pra você mostrar pro mundo que manja de outros idiomas.

Como aprender na internet e por conta própria
Quanto eu estudava todo dia e tinha 100% de fluência não tinha essa integração :(


/r/LanguageBuds/

Digamos que você quer aprender inglês. Em algum lugar do planeta, com certeza tem um inglês, um americano ou um australiano que quer aprender português. Por que não conectar você com essa pessoa? É justamente o que pretende este subreddit. Lá, você pode encontrar um “language bud” ou “parça de idioma”. Vocês trocam informações de contato e combinam de um ensinar algumas coisas pro outro. É uma troca interessante não só pelo aprendizado do idioma como também pela troca de experiências.

Como aprender na internet e por conta própria
Esses dias mesmo tinha gente procurando alguém que falasse português por lá

YouTube

Nem só de tutoriais de instalação de chuveiro e conserto de Xbox vive o YouTube. Você pode encontrar basicamente qualquer coisa lá e aulas de inglês não ficam de fora. Quando fiz uns freelances relacionados ao aprendizado de inglês, acabei conhecendo uns canais bem legais com cursos de inglês até bem completos, como o Inglês Winner.

Meio que o YouTube dispensa comentários, né! Não vou me alongar muito falando sobre ele, mas você tá ligado que pode encontrar quase qualquer coisa por lá. Até eu já me arrisquei ensinando como começar a ser freelancer e trabalhar pela internet. Dá uma olhada no meu vídeo! ;)


Crash Course

Por falar em YouTube, o canal Crash Course oferece muitos cursos completaços sobre os mais diferentes assuntos, como economia, astronomia, literatura, história e biologia. Só que a parada é tão bem feita, tão bem produzida e os caras ensinam de uma maneira tão cativante que mesmo que você não esteja procurando aprender, pode se interessar em assistir alguns vídeos. É simplesmente interessante e divertido. Eu, por exemplo, às vezes assisto um vídeo ou outro de história, porque meu conhecimento no assunto é raso e me interesso em saber coisas novas.

Como aprender na internet e por conta própria
Sabe aquele professor bom, que faz qualquer disciplina ficar interessante? Os caras do Crash Course são assim.


Tem muito mais por aí

Você esqueceu de falar do site X e da plataforma Y”. Provável que sim mesmo. Nunca planejei cobrir todas as opções possíveis de como aprender online. Dei uma pincelada nas que tive contato mais próximo, nas que conheço mais a fundo e tenho mais propriedade pra falar sobre. Se você conhece algum outro lugar pra aprender que seja bacana, me fala nos comentários que de repente até adiciono no post. Outro que já ouvi falar muito mas nunca testei é o Udacity.

Ah mas essas paradas todas não dão diploma”. Acredito que essa é a primeira coisa que devemos rever sobre educação. O importante é conhecimento na cachola ou um certificado dizendo que você passou num monte de provas? Como disse antes, não quero te desencorajar a ter um estudo formal, mas caso você deseje aprender outras coisas por conta, a internet ta aí pra isso. Habilidades como inglês e programação, por exemplo, dependem muito mais do quão bem você manda do que de quantos certificados você tem pendurados na parede.

E mesmo se você prefere a segurança dos certificados, saiba que o Coursera oferece certificados de conclusão dos cursos para todos os seus alunos. E se você pagar uma taxa, ainda recebe um certificado mais formal, assinado pela universidade que ofereceu o curso. Em outras plataformas, há formas semelhantes de reconhecer que você foi um bom aluno. Você pode fazer como eu e exibi-las com orgulho no LinkedIn, ou imprimi-las e mostrar pra sua família.

O importante é não deixar de estudar.


Viu como aprender na internet? Esse post deu uma trabalheira do cão. Se você gostou, deixa um comentário aí pra dar uma força! E se você conhece outro site ou plataforma que ofereça cursos bacanas de graça, comenta aí também! E nunca esqueça que tô sempre lá no twitter se você quiser me dizer o que achou do post! ;))


12 comentários:

  1. Nossa, quantas opções! To aqui me sentindo culpada por não estar aprendendo nada novo e que eu preciso, mesmo com tanta oportunidade gratuita e de qualidade.

    Obrigada por mais esse "acorda pra vida" tão caprichado, explicando sobre cada plataforma ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, dona Mayumi! Eu é que agradeço por comentar aqui mais uma vez ;))

      Excluir
  2. Muito bacana! A internet é um mar de coisas bacanas e ficar adiando as coisas é a pior coisa que tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Patrick. O negócio é achar algo que interessa, arregaçar as mangas e aprender sempre uma coisa nova. Valeu por comentar, cara!

      Excluir
  3. Lembro-me de quando fiquei sozinho em casa e tive que me virar... aprendi a fazer arro branco e soltinho pela primeira vez assistindo um passo a passo de um vídeo do YouTube! Minha irmã inclusive já quis se aventurar na reforma da casa dela pegando instruções em vídeos do YouTube, mas acabou desistindo rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha legal! Essas coisas do dia-a-dia realmente ficam mais fáceis com o YouTube, já aprendi uma pá de coisas por lá também. Quer ver problemas com o computador. Se não consigo resolver rápido, geralmente acho um tutorial no YT que resolve o pepino. Obrigado por compartilhar sua experiência, Darley! ;))

      Excluir
  4. Post excelente e bem abrangente, agora ninguém mais tem a desculpa de dizer que não sabia ou que não conhece nenhum. No meu caso o problema não é bem esse, sempre que posso, fico garimpando procurando cursos, livros e outros materiais na net. Me considero um colecionador de conteúdo, mas, raramente 'aproveito' os recursos que encontro. Não é por falta de interesse, mas por falta de persistência. Sempre me empolgo e começo um curso novo (idioma, programação, astronomia etc) mas depois de dois dias, pois é, dois dias em média, acabo deixando de lado, protelando a próxima aula... Minha vida acaba sendo uma sucessão de projetos inacabados. Às vezes termino alguma coisa, o que me deixa bastante realizado. Talvez por gostar de experimentar, mas o efeito negativo é deixar muito mais por fazer do que realizações. Enfim, encontrando meu caminho. Acho que preciso filtrar minhas escolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado mesmo. Estudar pela internet envolve disciplina e muita capacidade de se automotivar. Muitas vezes fazemos as coisas porque queremos, não porque precisamos, e aí, sem uma pressão real do mundo pra que a gente termine a parada, fica mais fácil desistir. Eu mesmo conheço todas essas plataformas porque já pulei muito de curso em curso, já deixei muita coisa inacabada. Mas o importante é continuar tentando. Claro que precisa partir de nós mesmos a vontade de continuar aprendendo, mas também pode ser o caso de a plataforma "bater" com o seu estilo de aprendizado. O Coursera, por exemplo, é mais parecido com uma sala de aula. Tem professor, tarefas, provas, datas de entrega. Já outras plataformas focam na gamificação, tentando te motivar transformando o estudo em jogo. O lance é continuar tentando, ver qual plataforma você curte mais e fazer aquele esforço pessoal pra ir até o fim caso o curso seja bacana. Depois que o cara consegue terminar 1 ou 2 coisas, a 3ª e as demais vão ficando mais fáceis. Obrigado pelo elogio e pelo comentário, Jonathan. Boa sorte nos estudos! ;)

      Excluir
  5. Já fiz alguns cursos no Coursera na área ambiental (minha formação) de universidades americanas e achei todos excelentes. Para quem é disciplinado ou está com a corda no pescoço e precisa de algo rápido e não tem grana para investir nos estudos é uma ótima pedida. Até mesmo para aprender sobre assuntos X... há um tempo atrás me inscrevi num curso de astronomia no Coursera por simples curiosidade. Não cheguei a fazer até o final, mas é bom saber que tenho opções variadas rsrs. Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também já me meti a fazer cursos que não tem nada a ver com a minha área por pura curiosidade. Um de astronomia (será que é o mesmo?) me levou quase até o final. As aulas eram muito interessantes, mas como eu não tinha muita motivação pra pegar o certificado, acabei não fazendo provas e tal. Mas realmente é bacana saber que tem muita coisa legal lá ao nosso dispor. Obrigado pelo comentário, Mariana!

      Excluir
  6. Há uns dias estou lendo o que você escreve, e é tudo tão bom, mas tão bom que eu nunca comento porque não sei o que escrever hahaha. Mas esse post, em particular, me chamou a atenção. Sempre que posso, tento buscar aprender algo novo pela internet, acho que porque passo grande parte do tempo em frente a um computador e às vezes fica chato passar o dia só conversando com alguém ou reclamando no twitter. E eu acho MUITO melhor aprender coisas pela internet que ter que sentar na frente de livros escolares pra estudar. Gosto de ler, mas não tenho paciência com as informações do livro de história, por exemplo haha. Teu post teve tantas dicas legais que os sites que eu ainda não conhecia vou dar uma olhada agora a mesmo.
    Parabéns pelo blog e por tudo que escreve aqui, achei incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Letícia. Muito obrigado pelo seu comentário! Essa parte mesmo "Há uns dias estou lendo o que você escreve, e é tudo tão bom, mas tão bom..." foi uma delícia de ouvir. Quando não tiver o que comentar, pode colocar só um "Gostei!" ou "Porcaria" que já tá valendo. Primeiro porque eu fico sabendo o que acharam do post, segundo que nada mais tangível do que um comentário pra indicar que tem gente realmente lendo o que escrevo. Interagir com quem lê é a parte mais legal de blogar. Mais uma vez, só agradeço por teres vindo aqui comentar! ;)))

      Excluir

Seu feedback é muito importante pra mim! Me diz aí o que você achou :))

2Bits. Tecnologia do Blogger.