Do que você se arrepende?

8 comments

Do que você se arrepende?

Tem gente que enche a boca para dizer que não se arrepende de nada na vida. Pra parecer forte e confiante, parece uma boa frase. Mas duvido que alguma pessoa adulta nesse planeta não tenha algo que fez, ou deixou de fazer, que causou arrependimento depois.

É normal, todos nós tomamos decisões durante a vida inteira. Naturalmente, algumas destas decisões vão se provar erradas no futuro. Dependendo de quão errada elas foram, ou de quanto elas afetaram a sua vida ou a de outros, o arrependimento bate forte. Às vezes fica batendo por anos. Você lembra daquela coisa que devia ter falado para aquela pessoa há 5 anos. Ou uma decisão errada que tomou há 10. O arrependimento é muitas vezes silencioso, mas persistente. É aquela dorzinha que você só sente de vez em quando, mas que às vezes incomoda e machuca.

E todo mundo tem algum arrependimento na vida.

Do que eu me arrependo


De várias coisas que falei ou deixei de falar. Há outros arrependimentos que vêm de atitudes menores, de coisas mais cotidianas. Mas alguns são mais pesados.

Talvez meu maior arrependimento tenha sido fazer 2 faculdades. Explorei bastante o tema neste artigo aqui, mostrando por que para mim não valeu. Mas tento não pensar muito nisso. Não tenho como voltar no tempo e mudar a minha vida, então do que me adianta ficar martelando um arrependimento eterno na cabeça? Se pudesse voltar no tempo, não teria feito faculdade. Mas vejo que o eu de hoje pensa dessa forma, mas o de 2008, quando entrei pra universidade, pensava de forma diferente. Mesmo se desse pra voltar no tempo, teria que tomar as decisões com a cabeça daquela época, não a de hoje. Não dá pra mudar o que foi feito, não dá pra chorar sobre o leite derramado. Parei, refleti sobre minha decisão que considero errada e aprendi com ela. Hoje, acredito que me conheço melhor e talvez a reflexão sobre esse arrependimento tenha ajudado a moldar a forma como eu penso. O que posso fazer é aproveitar essa sapiência que adquiri, tentar não cometer erros similares no futuro e pronto. O que passou, passou.


"O único cara que nunca cometeu um erro é aquele que nunca tentou fazer nada"
- Theodore Roosevelt

Outra coisa que costumo me arrepender é de não ter criado alguma coisa na internet muito antes, lá pra antes de 2010. Ou ao menos ali em 2012, quando fui morar na China, e teria uma porrada, mas uma porrada mesmo de coisas pra mostrar, contar, falar e tal. Tudo é muito diferente lá e seria um deleite poder me debruçar em tanta novidade pra criar conteúdo aqui pro blog e pro canal no YouTube. Mas naquela época, eles não existiam. Fico pensando "e se" tivesse criado o site em 2012 e não em 2015? Como estariam as coisas hoje? Mas esses pensamentos "e se" não passam de um recurso mental pra você tentar se colocar em um lugar onde não pode mais ir, mas que de pensar em estar lá te faz se sentir bem - ou mal. É um pouco como imaginar o que faria se você ganhasse na mega-sena. Não dá pra voltar pra 2012 e criar o site, então tento ficar mais atento às oportunidades que estão na minha frente agora - e até por isso criei o canal no YT - e busco ficar mais tranquilo sabendo que agora tenho meios de mostrar coisas legais da próxima vez que for viajar, ou aqui no Brasil mesmo.

Alguns dos textos mais antigos do site têm uma pegada muito forte de buscar depoimentos de pessoas. Geralmente vou no Reddit e vejo o que pessoas como eu e você falam sobre o tema do texto. Então pra voltar às raízes do blog, fui lá e busquei respostas para a pergunta:


Do que você mais se arrepende na vida?


1. Atenção pra quem se ama
"Meu pai trabalhava bastante fora do país. Uma noite ele ligou pra casa e eu atendi o telefone. Ele estava claramente se sentindo sozinho, longe da família, segurando as lágrimas enquanto dizia que sentia falta de mim e do meu irmão mais velho. Eu tinha 14 anos e estava louco pra desligar o telefone, tinha TV pra assistir, amigos pra ligar ou coisas igualmente sem importância. Era só meu pai sendo tolo. Ele morreu alguns dias depois de ataque do coração. Sozinho. Em outro país. Longe da sua família. Aquela foi a última vez em que falei com ele. Agora, gostaria que aquela ligação tivesse durado para sempre."
Essa é pesada, mas busquei algo forte assim de propósito. Arrependimentos com pessoas que se foram é foda, marcam fundo no coração. Mas nesse caso, e no de outras pessoas, creio que a culpa e o arrependimento que se sentem podem ser exagerados. É claro que o garoto gostaria de ter falado com seu pai por horas, mas ele era moleque, não tinha como carregar a função de servir de alívio emocional para todos os adultos perto dele. E quem sabe se o pai ficou realmente triste que o filho quis sair do telefone rapidão? Até onde sei, sendo pai ele ficou é felizão de falar com o moleque, nem que por alguns momentos. Desligou o telefone e lembrou da família. Triste por estar longe, mas feliz de pensar neles, de saber que os teria na volta pra casa. É difícil, mas não adianta se arrepender.


2. Saúde
"Me arrependo de não ter cuidado melhor dos meus dentes. Tô com um dente da frente caindo, tá doento e não tenho plano odontológico. Pra arrumar meus dentes teria que pagar uns 3.200 dólares, que não tenho. Tô muito estressado e não faço ideia de como consertar a situação. Tenho 22 anos e não quero passar a vida sem um dente da frente, já tenho baixa auto-estima normalmente."
Logo após o comentário desse cara, uma outra pessoa recomendou que ele buscasse se consultar em uma escola de odontologia, onde geralmente cobram mais barato que em clínicas e hospitais. Ele ligou pra lá e vai rolar de tratar os dentes por mais barato. Então, lição aprendida: cuide dos dentes, peça ajuda no Reddit e, claro, faça uma poupança pra imprevistos como esse. Dente arrumado e bola pra frente.


3. Fumar
"Fiz uma porrada de decisões e erros de merda durante a minha vida, mas todas elas ajudaram a definir quem eu sou e a pavimentar o maravilhoso momento de vida em que estou agora, então não me arrependo de nada."
Acho que no fundo o cara se arrepende. Alguns erros ensinam e ajudam a crescer, outros são só erros. Mas a positividade no pensamento dele é maravilhosa. Tirando algo bom das decisões escrotas que tomou e seguindo em frente. É nisso que acredito.

O maluco continua:
"Exceto uma coisa. Fumar. Comecei aos 15 e continuo fumando com vinte e poucos. Não contribuiu em nada para a minha vida. Nenhuma lição. Nenhuma história legal. Não aprendi nada que não soubesse aos 15. Sou viciado em nicotina e não consigo parar."
Fumar é uma das 7 coisas que não levam a nada, mas fazemos. E se o cara pesquisar bastante, devem ter milhares de depoimentos na internet de gente que parou dando dicas de como parar. Não tô dizendo que seja fácil, mas se você tá querendo parar, vale a pena tentar de tudo e ver o que acontece.


4. Medo de se arrepender
"Tenho 35 anos e passei dos 14 aos 29 me preocupando sobre ter arrependimentos. Me arrependo de ficar me preocupando e não aproveitar as chances que tive. Eu ficava preso tentando ter certeza de que as coisas dariam certo antes de simplesmente tentar."
Nunca tinha pensado sobre isso, mas pelo que vi das respostas no Reddit, parece ser um problema que algumas pessoas enfrentam. A coisa que mais vai te trazer arrependimento no futuro é não ter feito nada no passado por falta de coragem pra dar um passo, na direção que fosse. Seja por medo de se arrepender ou de alguma outra coisa, ficar parado e não agir é sempre a pior solução. E se você caiu nessa de ficar com medo e preocupado, faça como o cara e gire a chave. A partir dos 30 ele começou a aproveitar as oportunidades ao invés de se preocupar tanto.


5. Briga
"Dar um soco na cara do Ryan na 8ª série. Foi o fdp do Evan que roubou meu gameboy".
Só pra relaxar um pouco no meio desse papo sérião ;))))

Como lidar com o arrependimento


O arrependimento é a mente nos dizendo que fizemos algo errado. É um sinal que vem do passado, um sinal morto. Um sinal que vem sem poder voltar com uma resposta. Não tem cura, muitas vezes não tem o que fazer.

Pra não carregarmos uma pesada bagagem emocional pra sempre, é melhor receber o sinal, mas interpretá-lo da forma certa. Aprender com o que foi feito, ou deixou de ser feito, para que no futuro não cometamos os mesmos erros, não voltemos a nos arrepender. Mas é isso, só isso. Depois de refletir e identificar os seus pontos de aprendizado, é hora de seguir em frente. Lamentar muito o passado nos mantém presos. O que foi já não volta mais. O que passou, passou.

O passado pode machucar - O Rei Leão
"O passado pode machucar. Ou você corre dele ou aprende com ele"

Mas peraí. Antes de acabar o texto, vale lembrar que há casos em que o arrependimento não é pedra no fundo do mar. Ele ainda pode ser revertido. Se você fez ou falou algo que fez mal pra alguém, peça desculpas. Não vai mudar o que você fez antes, mas vai amenizar o seu remorso, fazer a pessoa saber que você sente por ela e ainda mostra que você sabe reconhecer os erros e tem bom coração.

A melhor hora para plantar uma árvore foi há 20 anos, a 2ª melhor é agora.

Caso se arrependa de não ter ido a algum lugar, vá. Ainda dá tempo! Fala pra sua melhor amiga que gosta dela, ainda dá tempo! Queria ter se exercitado mais? Tira o pó da bicicleta, enche os pneus e sai pedalando. Se o arrependimento vem de algo reversível, reverta. Você ainda tem uma chance.

Talvez a única coisa que esteja te impedindo seja você mesmo. Vai e faz!












Se você leu essa textança toda e chegou até aqui, peço na humildade que deixe um comentário aí embaixo. Me conta: do que você se arrepende? Interagir com os que leram o texto é tudo para quem escreve. Sério mesmo! Nem que seja só um "legal", fala algo aí! Ou se quiser fazer diferente, tô sempre lá no twitter. ;))


8 comentários:

  1. Como aquele cara dos dentes, me arrependo de não ter dado muita atenção para o que meus pais falavam, quando eles mandavam eu escovar os dentes e eu não o fazia. Hoje sinto algumas dores em um dente, mas em compensação, agora eu escovo meus dentes após toda refeição! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o espírito! Só não esquece do fio dental também haha ;))

      Valeu Gustavo!

      Excluir
  2. Beleza de post!
    Quem não se arrepende, ou está montado na soberba enganando-se a si próprio ou está enganando os outros.
    O arrependimento é uma atitude óbvia e necessária. O ruim não é arrepender-se, mas sim, lamentar-se e punir-se. Como você disse no texto, o que passou, passou, não tem volta, já está feito. Em alguns casos, há como remediar (como no caso de um perdão), mas a ação já foi feita. Então é pedir desculpas e bola pra frente. O que não pode é agarrar no passado, lamentando-se de escolhas que, na época, você julgou serem acertadas ou que fez por desconhecimento.
    Estou vendo demais esse comportamento lamentoso (mesmo que não exteriorizado) de pessoas que erraram e não se perdoam. Arrependem-se em silêncio. E sofrem.
    Arrepender-se é natural, humano e louvável.
    []'s

    ResponderExcluir
  3. "O ruim não é arrepender-se, mas sim, lamentar-se e punir-se."

    Perfeito, acho que você deu uma bela resumida no texto com uma frase só. Concordo com tudo, muito obrigado por comentar aqui Camila! Valeu mesmo!

    ResponderExcluir
  4. "Mas esses pensamentos 'e se' não passam de um recurso mental pra você tentar se colocar em um lugar onde não pode mais ir, mas que de pensar em estar lá te faz se sentir bem - ou mal. (...) O arrependimento é a mente nos dizendo que fizemos algo errado. É um sinal que vem do passado, um sinal morto. Um sinal que vem sem poder voltar com uma resposta. Não tem cura, muitas vezes não tem o que fazer."
    Esse trecho do texto me fez tentar pensar em uma analogia: O arrependimento é como se fosse um fenômeno de irradiação fóssil, saca? Ele diz respeito a algo passado, a um “fato fóssil”, sendo um vestígio de algo que já não mais existe, mas que aconteceu e causou impacto/efeito na sua vida e que continua rondando como que por uma irradiação de tempos passados, isto é, mesmo o fato não existindo mais, ele continua subsistindo na forma de uma incômoda lembrança... Ao mesmo tempo, assim como a radiação não é idêntica ao material de origem sendo apenas vestígio residual, a lembrança sempre vem, ainda mais se emocionalmente carregada, com um grau de distorção ou irrealidade; e outra, da mesma forma que as evidências fósseis permitem estudar o passado, a incômoda lembrança pode ser sim uma oportunidade para o indivíduo de revisitar seu passado e compreender a si mesmo. Ocorre que esse exame do passado não pode ser paralisante, deve encontrar um caminho que leve à solução de qualquer conflito, culpa, complexo ou trauma que tenha existido...

    Acho que viajei um bocado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, você escreve muito bem. Creio que a analogia com a irradiação fóssil foi perfeita e faz todo o sentido. Essa passagem aqui nos comentários enriquece muito o texto e facilita a compreensão da discussão. Mandou muito! Obrigado Darley!

      Excluir
  5. me arrependo :fui trabalhar numa escola,e por ciúmes,levei a conhecimento da diretora um ocorrido, calculei mal a colega de trabalho criou um círculo de desprezo, ódio e discussão,eu fiquei mal e descobri que gostava demais da filha da mãe, mas ela me deletou, não flávamos um A com a outra ,quando surgia algo do trabalho discutíamos,eu morria de vontade de abraça-la e implorar sua atenção,mas eu não fazia por ciúmes ,ela me desprezava total com mais duas colegas de sala enfim , saí do local de trabalho e voltei dias depois pra pedir desculpas, perdão , mas percebi que estava tudo perdido,me arrependo de não ter demonstrado a ela tudo o que eu sentia e o quanto eu gostava dela .penso que se tivesse me humilhado teria reconstruído algo muito bom com ela .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito em ser verdadeiro e falar o que a gente sente, mas se humilhar jamais. Obrigado por compartilhar a sua história!

      Excluir

Seu feedback é muito importante pra mim! Me diz aí o que você achou :))

2Bits. Tecnologia do Blogger.