Não levam a nada: 7 coisas inúteis que fazemos

7 comments
coisas inúteis que fazemos

Quem anda pra trás é caranguejo. Na vida temos que andar pra frente, fazer coisas que são boas pra gente.

Fiz uma lista de coisas que eu, você e muita gente faz (ou deixa de fazer) e que não levam a nada. São coisas inúteis que fazemos e que atrapalham a nossa vida.

Veja se você concorda:

APEGAR-SE A COISAS MATERIAIS

Recentemente mudei de casa. Um dia antes da mudança, fiquei impressionado com a quantidade de caixas empilhadas na nossa sala, esperando para serem levadas ao novo lar. Eu tinha 3 caixas de papelão com pertences pessoais e 2 malas de viagem com roupas. De boa, pouca coisa. Mas entre móveis da casa e coisas da minha mãe, a sala tava cheia de caixas. No dia da mudança, ainda tinham mais coisas pra serem levadas embora, que não estavam nas caixas. Lembro de pegar uns 4 pés de mesa bem antigos, cheios de teia de aranha, mofados e que já tinham sido trazidos pra nossa casa da mudança que fizemos uns 8 anos antes. Perguntei pra minha mãe, num tom de crítica, o que ela ia fazer com aqueles pés de mesa. Ela respondeu: "Quando eu fizer algo, você vai ver". Não, não havia nenhum plano de utilização dos pés de mesa, que provavelmente ficarão guardados por mais alguns bons anos.

O caso da minha mãe pode ser um pouco extremo. Ela faz artesanato e junta coisas pra usar na hora de fazer a sua arte. Mas o meu ponto é que é ruim ficar acumulando coisas inúteis. Ocupa espaço, fica sujo, fica velho e você vai ter uma dor de cabeça na hora de se mudar ou viajar. Eu particularmente gosto de ter apenas o necessário. Roupas, coisas do dia-a-dia e umas pastas com papéis e documentos. O resto, não preciso. Nada vai pro caixão junto com você. Acumular coisas inúteis na verdade virou até doença! Vi um programa uma vez de gente que tinha a casa literalmente lotada de tralhas que "um dia utilizariam".

coisas inúteis que fazemos
Lixo em casa? Não. "Tudo isso aí vai ser utilizado um dia".
Não falo só da questão de juntar tralhas, mas também de ter a compra de coisas como grande objetivo de vida. A gente costuma ter a ideia de que ser rico e ter coisas é o modelo de sucesso, mas sucesso é você conseguir viver feliz e fazendo o que gosta. Comprar algo que pode te dar uma felicidade momentânea - mas que passará em breve e que você tentará substituir comprando outra coisa - é um ciclo de consumo tosco pra caramba. Se você só pensa em coisas materiais, fica escravo delas.

Escrevi um post inteiro sobre como se livrar das suas tralhas.

ODIAR ALGUÉM

Hoje em dia parece que todo mundo gosta de odiar algo ou alguém. Intolerância, preconceito e outras merdas que a humanidade criou estão em alta. Vejo gente odiando pessoas sem nenhum motivo pra tal.

Lembro de ter visto um garoto xingando o Messi de "anão filho da p***". Fiquei pensando sobre aquilo: ao invés de aproveitar pra ver o futebol do cara, que é um dos melhores jogadores de todos os tempos e que faz mágica com a bola, o moleque resolveu, seja lá por qual motivo, que ele odeia o Messi. E torce contra, e xinga. Porra, o Messi não é alguém que bate em criancinhas ou que fez mal pra humanidade. O cara só joga muita bola, mas é odiado. Muita gente "escolhe" outras pessoas pra odiar não com razão - o cara faz coisas ruins, fala merda e tal - mas por coisas banais. "O santo não bateu", ou o jeito de se expressar, ou o jeito de se vestir, ou por inveja.

coisas inúteis que fazemos
O zagueiro Pepe pelo menos tem um motivo pra odiar o Messi: tomou dribles dele a vida inteira
Mesmo que você prefira o Cristiano Ronaldo, odiar o Messi ou qualquer outra pessoa sem motivo é uma besteira sem tamanho e só faz mal pra você. "O ódio é um veneno que você toma querendo que o outro morra".

NÃO SE EXERCITAR

Ninguém se sente motivado e feliz 100% do tempo, nem a pessoa mais feliz que você conhece - é normal. No meu caso, sempre que tô sem energias e desmotivado, naquela vibe de não querer fazer nada, saio para correr. Quando você toma um bom banho depois de mexer o esqueleto, suar e gastar energia, sai de alma renovada. Sem brincadeira, parece que você gira uma chave que muda por completo o seu estado de ânimo. Não importa o quão pra baixo você esteja, um exercício físico sempre ajuda.

Transformei isso num hábito. Tento correr e me alongar todos os dias antes de trabalhar. E tem funcionado bem demais. Chego pra trampar com muito mais vontade, mais energia e menos preguiça.

coisas inúteis que fazemos
Ele terminou uma maratona. Você não tem desculpa pra não se exercitar.

Vai por mim. Se você é sedentário, comece a se exercitar e depois me diz se não é bom pra cacete. O mais difícil não é correr, mas sim botar o tênis e sair de casa. Depois do primeiro passo, parceiro, as coisas ficam mais fáceis.

NÃO VIAJAR

O mundo é grande pra caralho. Quando você sai da sua cidade para um lugar diferente, especialmente se for para o exterior, vê que existem coisas muito além daquilo que você conhece. As pessoas se comportam de forma diferente, falam outra língua, se alimentam de outras comidas. As cidades e as paisagens são diferentes. Cada um tem seu estilo de viagem: uns preferem viver a vida viajando, outros curtem passar no máximo uma semana longe de casa. Não quero que você largue tudo e saia viajando, mas precisa conhecer o mundo, pelo menos um pouquinho, se aventurar no desconhecido e viver experiências diferentes.

Se você perguntar por aí, vai ver que mesmo os que não são muito de viajar concordam que "viagem é a única coisa que você compra e te deixa mais rico".

coisas inúteis que fazemos
Não se engane: viajar não é só ver, mas sentir coisas novas.

Acredito muito na frase: "A vida é um livro e quem não viaja só lê uma página".

NÃO SE ARRISCAR

Quando fui pros Estados Unidos naqueles programas de trabalho, cheguei lá sem casa e sem trabalho. Muita gente que faz esses programas tem medo de ir assim, e com razão. As coisas podem não fluir e o cara pode ter que voltar às pressas. Mas às vezes, precisamos arriscar. Nada de novo, inovador e que vá trazer retorno chega pra você sem risco. No meu caso, se tivesse ficado com medo à época, não teria ido e vivido uma experiência bacana por lá. Ou não teria ido pra China anos mais tarde, gastando dinheiro que não tinha pra atravessar o mundo, rumo a um lugar totalmente diferente e onde eu não falava a língua. Mas se não tivesse arriscado, não teria tido a melhor experiência da minha vida.

Coisas inúteis que fazemos
Minha prova de chinês básico: 9,9 é quase 10, vai!

Uma vida sem riscos é uma vida entediante. Fazer só as mesmas coisas, garantidas, que não vão te trazer resultados diferentes, é se colocar profundamente na zona de conforto e desperdiçar a oportunidade de aproveitar o seu tempo neste planeta.

SER MUITO NEGATIVO

Ter uma atitude muito negativa é mais uma das coisas inúteis que fazemos. Ver as coisas da vida pelo lado ruim só vai te puxar pra baixo. Falei sobre isso com mais detalhes neste post aqui.

Acredito que temos que aproveitar as pequenas coisas da vida e não perder muito tempo chorando sobre o leite derramado. Se alguma merda aconteceu, é tentar tirar uma lição, tentar ver o lado positivo da parada e bola pra frente.

FUMAR

Os fumantes não gostam de ouvir, mas é a verdade: fumar é um lixo.

Escrevi em outro post sobre como fumava escondido na adolescência. Eu gostava daquilo. Um cigarrinho é bom pra caramba, relaxa um pouco e tudo mais. Mas é só. Que outro benefício que ele te traz? Nenhum.

Talvez algum fumante venha querer argumentar os benefícios do cigarro, mas vamos ser sinceros: se você é fumante, fuma por dependência química, não por outro motivo. Se fosse só pra relaxar, por exemplo, você podia ouvir uma música relaxante, esticar os pés pra cima, fechar os olhos por 5 minutos, tomar um chá de camomila. Há outras opções. O lance é a dependência. Cigarro não leva a absolutamente nada e fode com a sua saúde no curto prazo (vai ver como os fumantes correm na pelada do final de semana) e no longo prazo.

Se você fuma socialmente, ou só quando tá bebum, é até compreensível. Mas se você torra uns 7 pilas com frequência em carteiras de cigarro, meu amigo, sei que é difícil, mas tá na hora de seguir a queda na taxa de fumantes e parar com isso.

Coisas inúteis que fazemos
Foi mal a imagem pesada, mas se você é fumante sabe bem qual destes pares de pulmão é o seu.

É claro que há muitas outras coisas inúteis que fazemos, mas procurei tocar em 7 que têm estado na minha cabeça nestes últimos dias. Você lembra de mais alguma?

Parceiros e parceiras: curto muito o feedback de vocês. Sempre digo que escrever por aqui sem receber comentários é chato. Parece que tô falando com a parede. Então comenta aí, poxa! Não seja da massa silenciosa da internet! Ou me diz lá no twitter o que achou do post! ;))


7 comentários:

  1. Ser criticado e reconhecer os próprios erros é sempre complicado. Aposto que muita gente que comete alguma(s) dessas 7 coisas pode querer discordar a princípio, mas vale a pena uma bela reflexão a respeito. Ficar repetindo os erros é o mesmo que andar pra trás e "quem anda pra trás é caranguejo." haha. Concordo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA Verdade! Obrigado pelo comentário! ;))

      Excluir
  2. Muito show essa reflexão.
    O primeiro item eu li e já fiquei empolgada pq estou no mesmo clima. Clima de desapego. Em uma semana separei três sacolas de coisas que não usava só do meu roupeiro além de 4 pastas de papéis desnecessários, entre outras coisas.
    Comecei a criar essa ideia depois de ler o livro da Thais Godinho, "Vida Organizada", fica a recomendação, pois na minha opinião todo ser humano devia seguir aquele livro hahaha.
    Sobre seu blog, tem me ajudado a crescer em várias áreas, gosto bastante!

    Parabéns! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevi errado, na real eu separei oito sacolas de tralhas hahaha

      Excluir
    2. Porra, OITO? hahahaha

      Vou dar uma olhada nesse livro sim. E fico feliz pra caralho que o blog tem te ajudado, de verdade. Não tem nada mais gratificante que um comentário como o seu, obrigado!

      Excluir
  3. Oi, Pedro. Eu gostei muito do seu texto, realmente parece que estamos conversando com você ao ler. Interessante o seu modo de escrever, eu gostei muito também.
    Quanto a sua opinião, é também concordo com muita coisa do post, realmente fazemos coisas que racionalmente sabemos que não nos levam a nada e só pioram nossa condição física e psicológica. Eu posso ser um pouco suspeita pra falar porque sou da psicologia (haha), porém com o pouco de experiência que eu tenho, essas atividades e atitudes que não fazem bem esta relacionadas com a própria pessoa, seu modo de vida e principalmente como ela se enxerga e assimila tudo isso. Hoje nós vemos caso de ódio exagerado com um outro que é colocado como "bode expiatório", eu entendo que isso é uma demonstração de como a nossa subjetividade está sendo formada em interação com o nosso meio social que está impregnado de atitudes e pensamentos desse tipo. E claro, não somos passivos neste processo, assimilamos tudo, e é justamente no sentido que damos para as coisas que diz um pouco de nós, diz quem somos. Tem uma autora que infelizmente não estou lembrada agora, porém ela diz que "vemos o mundo como nós somos", e essa fala exprime bem o que eu queria dizer.
    Quanto ao acúmulo de coisas e fumar, isso também diz muito das pessoas, podemos observar que isso também está relacionado ao seu modo de vida e também a fatores genéticos ainda não bem esclarecidos. Por isso não fazemos idéia de como é difícil pra alguém largar um vício, mas isso também não quer dizer que devemos deixar de trabalhar isso e ajudar quem precisa. Eu entendi bem o ponto que vocês quis trabalhar aqui no blog, e embora algumas pessoas se ofendam com uma expressão de opinião, eu também acho que você esteja certo.
    Essa foi a minha contribuição, eu sei como é difícil a gente receber comentários e como talvez as pessoas nem lêem o que escrevamos hahaha
    Até a próxima.
    Também estarei lá no Twitter.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô Denise, muito interessante as suas colocações. Quanto aos vícios, por coincidência esse foi o tema do texto de 2 semanas atrás, esse aqui: http://bit.ly/Vícios

      Obrigado por comentar, obrigado pelos elogios e espero que continue acompanhando o blog! ;))

      Excluir

Seu feedback é muito importante pra mim! Me diz aí o que você achou :))

2Bits. Tecnologia do Blogger.