Trabalho noturno: como é trabalhar de madrugada

2 comments

Trabalhar de madrugada é algo que fiz duas vezes na minha vida.

Na primeira vez, era um valet (manobrista), nos Estados Unidos. Trabalhava num hotel e minha tarefa principal era pegar o carro do cliente na entrada principal, estacionar o carro na garagem e devolver o carro quando o cliente desejasse. O hotel era de luxo e muita cordialidade era esperada. Também ajudava os caras a carregarem as malas pro seu quarto, naqueles carrinhos super chiques de hotel, manja?


Carrinho de hotel
Acredite: encher um desse de malas pesadas nem sempre é uma tarefa fácil.


Trabalho noturno nos EUA


À noite, haviam apenas 3 funcionários trabalhando. Eu, uma recepcionista e um engenheiro que fazia de tudo um pouco. Eu trabalhava na frente da porta principal, no lobby, nos corredores. A recepcionista, na recepção! E o engenheiro até hoje não sei onde ficava. Ele aparecia de noite, eventualmente, pra checar as coisas e bater um papo rápido, mas logo se mandava.

Acontece que de madrugada não tem muita gente chegando no hotel, além de alguns perdidos dando late check-in. Ah, e alguns hóspedes voltando bêbados da balada, oferecendo bebidas, zuando com a sua cara, dando gorjetas altas, etc.

De madrugada tem pouca carga de trabalho em um hotel. Se alguém me contasse isso, ia logo pensar: mas você tinha alguém com quem conversar, ao menos. Pois é. Mas era brasileiro e tinha um inglês bem razoável, mas longe de ser suficiente pra manter longas e interessantes conversas sobre algum assunto. Geralmente meu nível de entendimento permitia papos rasos sobre as coisas. Por isso, acabava não conversando muito com a recepcionista (eram várias, que se revezavam de acordo com a escala de trabalho).

No começo, querendo mostrar serviço, às vezes ficava de pé a noite inteira, para caso um cliente chegasse. Trabalhar de madrugada tem dessas coisas, afinal, deveríamos estar sempre à disposição – era um hotel de MUITO luxo. Pra você ter uma ideia, enquanto eu trampava lá o 50 Cent esteve hospedado. Não que eu dê a mínima pra ele, mas o cara é famoso no mundo inteiro, tem rios de dinheiro e decidiu se hospedar lá. Realmente o hotel era fodinha.


Trabalho a noite em Park City
Hayatt Escala Lodge, onde trabalhei em Park City.
Depois, fui relaxando um pouco. Pegando confiança, parei de ficar em pé o tempo todo. A recepção tinha uma salinha nos fundos, para onde comecei a levar meu notebook diariamente. Depois da 1 da manhã, mais ou menos, praticamente já não tinha nenhum movimento no hotel. Eu sabia que, até às 7:30, meu horário de alforria, haveria no máximo 1 cliente precisando de ajuda na parte da madrugada mesmo (antes de amanhecer). Assim, comecei a jogar muito Football Manager nesse tempo "livre".

E assim passava minhas noites. Pouco trabalho, muito sono. Pouco papo, muito Football Manager. A partir das 6h, o movimento começava, de leve, com hóspedes saindo para seus afazeres.

Quando dava 7:30, voltava pra casa e dormia. Minha namorada logo depois acordaria para ir trabalhar. Nossos horários ficavam bastante trocados e muitas vezes nos víamos apenas à noite. Ou nem de noite! Eu tinha dois empregos e às vezes, saía de um às 7:30 e entrava no outro às 11:00, com incríveis 2 horas de sono nesse intervalo. Chegava à noite e caía duro na cama, não queria nem papo.

Hoje, também trabalho de madrugada. Como sou funcionário de uma empresa chinesa (trabalhando à distância), tenho que cumprir um horário que não seja completamente horrível para mim (como começar às 2 da manhã, por exemplo) e que ao mesmo tempo esteja alinhado com o horário de trabalho deles lá na China, a 10 ou 11 horas de diferença.


Trabalho noturno na..... China!?


Bato ponto às 21 e vou até às 3 da matina. Todos os meus amigos acham uma loucura, perguntam se já me adaptei. No começo foi difícil. Seu mundo começa a girar num ritmo diferente de todos à sua volta. Vou dormir perto das 5 da manhã, quando já tem gente quase levantando. Acordo ao meio-dia quando me sinto produtivo, ou às 2 da tarde quando não tenho nada de muito sério pra fazer. Nesse horário, a galera já tá no horário de almoço ou começando o turno da tarde nos seus empregos. O único horário em que fico livre e o resto das pessoas também é depois do trabalho delas e antes do meu. Ou seja, das 18 mais ou menos, até às 21. Há um pequeno intervalo de tempo onde posso encontrar amigos.

Isso reflete também no namoro. Moramos separados e é normal que não passemos todos os dias grudados, mas cada um tem suas coisas pra fazer normalmente e as minhas são feitas de tarde, geralmente. Então o mesmo pequeno gap que sobra pra encontrar os amigos, sobra pra ficar com a namorada. Como trabalho de casa, já tentamos trazer ela pra cá enquanto cumpro minhas obrigações, mas no final das contas isso acaba se tornando 6 horas de proximidade física sem convívio, já que preciso me concentrar no trabalho. Não dá muito certo.


Então trabalhar de madrugada faz mal?


Não. Tem o lado bom também. Sempre gostei mais da noite. Eu rendo mais à noite. Nunca fui de acordar cedo, então essa rotina casa bem comigo! Também curto a sensação de acabar o trabalho no meio da madrugada e estar meio que “lonely wolf”, acordado enquanto todos dormem. Fico fuçando na internet, olho pra fora da janela e vejo a maioria das luzes apagadas. Gosto disso. A madrugada é calma, silenciosa e solitária. Te dá tempo pra pensar, sem distrações.

Trabalhar à noite tem seus prós e contras. Alguns dizem até que altera o metabolismo e o funcionamento dos genes, algo assim. Dizem que trabalhar de madrugada faz mal. Físicamente me sinto muito bem e depois de adaptado, também não vejo mais nenhum outro problema.

A única inconveniência mesmo é não poder pegar aquele barzinho de meio de semana à noite. Mas tá tranquilo, o silêncio da madrugada compensa!



Esse é o PRIMEIRO post que escrevi. CARA, como o tempo passa! Relendo ele, vejo que minha escrita já mudou bastante. Mas decidi não fazer alterações no texto original, nem atualizar fatos (não trabalho mais para a empresa chinesa), pra não tirar a autenticidade da parada. Se acabou lendo ele inteiro, me diz o que você achou! Sempre digo que "sou sedento por feedback". Se não quiser comentar, fala comigo lá no twitter! ;))


2 comentários:

  1. Muito legal não sei quando você postou ou se ira postar mais relatos sobre o seu trabalho no período da madrugada mas quero dizer que o seu texto de alguma forma me motivou a trabalhar de madrugada rs , sou estudante numa faculdade integral e irei trabalhar na "madruga" sera a primeira vez que irei fazer isso por motivo de dinheiro mesmo, enfim obrigado! e boa sorte pra nós, continue a escrever gostei bastante abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado e se motivado! Trabalhar de madrugada pode ser bacana sim. Obrigado por comentar aqui, toda a sorte na tua nova empreitada! Abraço!

      Excluir

Seu feedback é muito importante pra mim! Me diz aí o que você achou :))

2Bits. Tecnologia do Blogger.