A Maldita Zona de Conforto

12 comments

A rotina é fácil e simples. Você acorda, toma seu café da manhã e sai para o trampo ou para a faculdade mais ou menos no mesmo horário. Come o mesmo empanado no intervalo ou pega as mesmas comidas do buffet na hora do almoço. Volta para casa estressado e visita os mesmos sites todas as noites. Fala com as mesmas pessoas e fica sonhando com a chegada do final de semana, quando poderá ir no mesmo boteco de sempre com os amigos. É muito confortável repetir estes passos dia após dia. Já sabemos o que fazer e como fazer. As coisas são mais ou menos certas, previsíveis. Nos exigem pouco esforço.

Mas há muito mais pra ser explorado quando você vai além da rotina.

Essas coisas habituais que fazemos compõe a nossa "zona de conforto". Uma zona onde a mesmice prevalece e raramente algo diferente acontece.

Como sair da zona de conforto
A "mágica" acontece fora da sua zona de conforto.

"Na psicologia, a zona de conforto é uma série de ações, pensamentos e/ou comportamentos que uma pessoa está acostumada a ter e que não causam nenhum tipo de medo, ansiedade ou risco" - Wikipedia

Quando vivíamos em cavernas e dependíamos da caça do dia pra comer a noite, fazia mais sentido não arriscar tanto, fazer sempre o que dá certo e garantir a comida do dia. É um pouco da lei do menor esforço, conceito que tem semelhanças com a zona de conforto e que era mais válido num passado distante do que nos dias de hoje.

Hoje, não precisamos mais ser tão cautelosos. Há literalmente centenas de coisas que você pode fazer de diferente no seu dia. E outras milhões de coisas que você pode fazer de diferente se abrir seus horizontes e pensar em viajar.

Não estou falando aqui para você mudar toda a sua rotina ou sair fazendo alguma loucura todo santo dia. Enquanto escrevo este post, estou viajando há 3 semanas pela Colômbia e também sinto falta de coisas da rotina. Não seria nada mal voltar a dormir na minha cama e poder trabalhar em mesa e cadeira decentes que tenho em casa, ao invés de torto na cama de um hostel chinfrim. Mas essa saudade gostosa da rotina só vem quando a gente sai dela. Quando saímos da nossa zona de conforto.

E coisas incríveis acontecem quando saímos dessa zona.

Jimmy Bolha - Como sair da zona de conforto
Jimmy Bolha. Não podia sair da sua bolha por problemas de saúde, mas mandou um f*da-se e foi atrás do seu sonho

Aceite convites que você costuma recusar. Experimente um ingrediente novo na cozinha, tome uma cerveja que nunca tomou. Permita-se conhecer novos blogs e se sentir desconfortável ao conversar com desconhecidos. Conheça novos lugares, viaje. Faça algo que você tenha pavor: pular de paraquedas, cantar em público. Enfrente seus medos. Faça planos para o futuro e se esforce para alcançá-los. Experimente! Assim como acredito na frase "a vida é um livro e quem não viaja só lê uma página", também creio que não usufruímos da vida o suficiente se fazemos sempre as mesmas coisas.

Novos caminhos - Como sair da zona de conforto
Mais rápido? Tem gente criando um "Google Maps" pra te mostrar caminhos alternativos: mais bonito, mais calmo...

FODA-SE a sua zona de conforto. Na nossa vida, ela age como uma barreira invisível entre quem somos e quem gostaríamos de ser. Com sua mão invisível, ela sempre te puxa de volta e te impede de aproveitar as oportunidades e experimentar o melhor da vida. Ela tem uma força imensa sobre nós e é por isso que precisamos ser fortes. Ou ela te controla, ou você controla ela. O que você prefere?

Foi fora da zona de conforto que aceitei o desafio de ir morar na China e vivi a experiência mais incrível e diferente da minha vida. E outras pessoas aproveitam a oportunidade de sair da zona todos os dias. Pra buscar uns exemplos legais, só pra variar fui lá no Reddit ver o que a galera fala sobre o assunto.

A pergunta é: "Qual foi a melhor coisa que aconteceu quando você saiu da sua zona de conforto?"

1. "Ela disse sim"
- Precisa-se de bolas pra vislumbrar um novo futuro com a moça, traçar planos e fazer uma pergunta perigosa dessa. Não sou muito fã de casamento, mas se o cara ficou feliz pra cacete por ter tomado a coragem de pedir a mão da menina, pontos pra ele!

2. "Transei"
- Mano, você pode achar engraçado, mas tem centenas de bilhões de pessoas por aí com insegurança social. Não falam com gente nova, não conseguem desenvolver um papo com alguém que achem interessante. Às vezes um beijo, ou nesse caso um rala e rola, é uma conquista gigantesca que só é atingível através de um passo enorme e corajoso para fora da zona de conforto.

3. "Virei uma pessoa feliz"
Deixa eu te indicar um filme que fala muito sobre isso e vai te motivar a sair da sua zona de conforto:

Sim senhor - Como sair da zona de conforto

Yes Man (Sim Senhor!) - 2008
Tá, é uma comédia do Jim Carrey, mas é excelente. Sério, a mensagem que passa é perfeita.
Um dia o cara decide que cansou de perder oportunidades na vida e decide falar "sim" pra tudo que aparecer pela frente. E aí começa a viver a vida de verdade. Sempre fui de negar todos os convites que me faziam no passado, sempre querendo ficar na minha zona de conforto, mas esse filme mudou a minha vida. ASSISTA! (E depois me diz o que achou).

Pra finalizar, não tô querendo enganar ninguém aqui. Você pode ir pular de paraquedas e morrer de medo, se traumatizar pro resto da vida. Pode tomar a maior coragem, ir falar com a menina mais bonita da facul e tomar um fora horrível em público. Nem sempre tudo dá certo. É a vida e merdas acontecem. Mas quando dá, as recompensas são sensacionais. E essa é a graça da vida. Arriscar-se. Pode chamar de clichê o quanto quiser, mas a vida foi feita pra ser vivida.

A vida acontece fora da zona de conforto.





Se gostou (ou se odiou) o post, deixa um comentário? Expliquei aqui o porquê de eu insistir tanto pra você que lê meus posts tirar um minuto pra interagir comigo. E depois que sair dessa sua zona de conforto, fala comigo lá no twitter também! ;)


12 comentários:

  1. Que postagem bacana, muito bem escrita! Eu tava precisando dessa sacudida nas ideias. A gente tem medo do novo porque ele é desconhecido e nos desestabiliza. Mas é sempre bom ler algo que nos faça questionar estruturas mentais e fazer esse movimento de mudança de dentro pra fora.

    ResponderExcluir
  2. É legal demais escrever algo e depois ver que mexeu com alguém. E bem escrito foi o seu comentário! Muito obrigado, Doan! ;)

    ResponderExcluir
  3. Mano, para de abrir meus olhos! ahahaha! Sério, to adorando, to vendo tudo com novas perspectivas

    ResponderExcluir
  4. Realmente amei esse post, talvez por me identificar com a danada zona de conforto. Mas realmente quando se expande a mente e se da a oportunidade de ler algo como esse post da vontade de sair logo pulando de para-quedas e esquecer o medo mor de altura kkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o espírito. Obrigado por comentar! ;)

      Excluir
  5. Gostei muito do seu blog! Conheci através do twitter.

    ResponderExcluir
  6. "Virei uma pessoa feliz". Adorei!
    De fato, sair da zona de conforto diversas vezes (pq vc sempre acaba voltando pra ela) sempre me mostra o quanto minha vida pode mudar pra melhor. E mais: geralmente é mais fácil do que eu pensava :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Temos que estar sempre nos lembrando de sair da maldita zona. Do contrário acabamos voltando. ;)

      Excluir
  7. Cara, eu sou introvertido, não chego a ser tímido. Mas no ano passado sai da minha zona de conforto, fui fazer teatro, tá sendo demais, e já vai fazer um ano. Conheci várias pessoas, e me diverti pacas.
    Atitude pra sair da zona de conforto é o que a gente precisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazer teatro deve ser incrível, realmente te força a exercitar lados que em muita gente é retraído. Eu acho que nem conseguiria, ficaria meio travado talvez. Fico feliz que esteja sendo uma baita experiência!

      Excluir

Seu feedback é muito importante pra mim! Me diz aí o que você achou :))

2Bits. Tecnologia do Blogger.